Social

Imagens

/

24 Maio 2017

Cão atado nas patas e no focinho para morrer não pára de agradecer o resgate

Quando vinham embora de mais um dia de trabalho em Robstown, no Texas, EUA, Carlos Carillo e um colega da empresa Shoreline Plumbing repararam que havia algo incomum na estrada por onde passavam. Não tinham a certeza do que se tratava, mas decidiram parar o veículo e investigar.

Para surpresa e choque de ambos, era um cão que tinha sido deixado para morrer de forma cruel. "Nós não tínhamos a certeza que era um cão de início. Fizemos marcha atrás e vimos que afinal era mesmo um cão. A boca do pobre animal estava colada com fita adesiva e tinha sido amarrado com um tubo. Ele foi claramente deixado para morrer", contou Carrillo. Quem quer que tenha feito aquilo, tinha a intenção de deixar o animal morrer ali.

Os canalizadores correram para soltar o cão. "Ele parecia bem. Era muito amoroso e gostou da atenção. Provavelmente estava lá há um dia, ou até mais", contou Carrillo.

Carillo levou o cão para o centro de adoção Peewee, um abrigo local. Mesmo com o que aconteceu, o cão estava completamente feliz e grato pela ajuda dos dois homens. "Olha para esta cara. Ele sabe que foi salvo", escreveu Carrillo numa das fotos sobre a alegria do animal.

Descobriu-se depois que o cão estava bem de saúde, apesar de estar infestado. "A cauda não pára de abanar. Ele é tão querido", comentou um porta-voz da Peewee’s Pet Adoption.

O desalmado que tão cruelmente deixou o cão para morrer não foi encontrado, mas pelo menos graças a estes homens o cãozinho terá uma segunda chance na vida.

VAIS GOSTAR: