Filtros

Social

Notícias / 23 Outubro 2017

Debbie Baigrie foi vítima de um assalto seguido de tentativa de assassinato por Ian Manuel, na época com 13 anos. Apesar de ter sido condenado à prisão perpétua, ele conseguiu a sua liberdade 27 anos depois e foi recebido por ela do lado de fora da prisão.

Foi exatamente no dia 27 de julho de 1990, que Debbie Baigrie, então com 28 anos de idade, estava a caminho da casa de uns amigos na Flórida, quando avistou um grupo de rapazes a vir em sua direção. Aquela era a primeira noite fora da norte-americana, desde o nascimento do seu segundo filho.

Com uma arma apontada à sua cabeça, e ainda dentro do carro, Debbie ouviu de um deles: "Estou a falar a sério, desista". Em questão de segundos, houve um disparo e a bala atravessou a boca de Debbie. Milagrosamente, ela sobreviveu ao ataque, depois de mais de 40 operações, durante os dez anos seguintes.

Três dias depois do ocorrido, Ian Manuel, de 13 anos, confessou o crime. Em fevereiro de 1991, ele foi acusado da culpa de assalto à mão armada e tentativa de assassinato, o que lhe rendeu a pena de prisão perpétua sem liberdade condicional. Nenhum dos outros envolvidos no crime foram identificados.

Apesar do choque ao descobrir a idade do menino, Debbie, que chegou a dizer no julgamento que o rapaz deveria ser reabilitado e não preso, decidiu que era preciso focarem-se na sua recuperação. "A minha única prioridade na altura era ajudar-me a mim mesma. Fiquei traumatizada", contou à revista People.

Até que, naquele mesmo ano, ela recebeu um telefonema inesperado. Era Manuel, que lhe tinha ligado para pedir desculpas e perdão pelo que fez. Ela aceitou. A partir dessa conversa, uma amizade nasceu entre os dois. "Foi difícil ouvir a voz dele. Exigiu-me muita coragem", confessou.

Durante toda a adolescência que passou atrás das grades, Manuel pode contar com toda a ajuda de Debbie. "Ela foi uma mãe para mim. Ajudou-me a crescer", contou Manuel.

Prova disso está no facto de Debbie ter sido uma das suas maiores defensoras. Juntamente com a ONG Equal Justice Initiative, de Alabama, que se envolveu com o caso em 2006, ela ajudou-o a garantir a sua liberdade.

Em novembro de 2016, ano em que Manuel completou 40, ele conquistou a sua liberdade graças a uma decisão da Suprema Corte, datada de 2010, que passou a proibir sentenças de prisão sem previsão a jovens acusados de crimes que não fossem assassinato.

E quem estava do lado de fora da cadeia para recebê-lo? Debbie. "Tive a oportunidade de viver uma grande vida enquanto ele estava atrás das grades", recorda ela. "Ele era tão jovem. Com o passar do tempo, pude notar ainda o quão inteligente e pensativo Manuel também era. Agora, ele terá uma segunda oportunidade."

Notícias / 20 Outubro 2017

Cristiano Ronaldo pagou os cuidados médicos aos 370 feridos nos incêndios que consumiram o país no último fim de semana. A informação foi avançada numa publicação de uma página de fãs do jogador, esta quinta-feira.

A irmã do jogador, Kátia Aveiro, partilhou na sua página do Facebook o testemunho, confirmando assim o gesto solidário do irmão. Obrigado Cristiano Ronaldo!

Notícias / 20 Outubro 2017

Uma jovem chinesa identificada como Xiao Chen, de 17 anos, decidiu vender a sua virgindade em troca de um iPhone 8. Ela publicou o anúncio num fórum da Internet com a oferta indecente, aceitando o aparelho ou o valor de 2300 libras, cerca de 2500 euros, o que é mais que suficiente para comprar um iPhone 8.

Acontece que uma pessoa influente nas redes sociais de Pequim, identificada como Nana Henying, encontrou a publicação e resolveu armar um tipo de embuste, para a jovem perceber os perigos que estava a correr e apanhar um belo "susto".

Assiste ao que fez Nana para assustar a jovem! Muitos internautas duvidam da veracidade das filmagens... e tu, o que tens a dizer disto?

Vídeos / 20 Outubro 2017

O último voo de longa distância de um avião da companhia aérea Air Berlin ficou marcado por um momento de despedida que deixou os 200 passageiros em pânico. Tudo aconteceu quando o piloto resolveu executar uma manobra arriscada para que a aeronave se despedisse das viagens. Para isso, passou a rasar a torre de controlo do aeroporto de Duesseldorf, na Alemanha.

Os passageiros ficaram em pânico, porque pensavam que o avião ia cair ou chocar contra a torre de controlo. Depois disto, o piloto acabou suspenso. Em sua defesa, disse que estava a tentar tornar este último voo num momento especial.

Nos vários registos que existem do momento, ouve-se uma mulher a dizer "mas o que é que ele está a fazer?". Já uma funcionária contou que "foi uma sensação estranha quando o A330 veio na nossa direção, nós não sabíamos que ele ia dar uma volta que não estava planeada".

Vídeos / 17 Outubro 2017

Na China, em plena luz do dia numa rua comercial de Jiamusi, um pai agiu rápido e evitou que a sua filha fosse raptada por um criminoso. No vídeo, que foi registado pelas câmaras de segurança, podemos ver o pai e a filha às compras, enquanto o raptor observa e aguarda para atacar. Quando o pai começa a caminhar com a menina pela mão, o homem puxa a criança pelo outro braço.

O pai reagiu imediatamente, puxando a menina e dando um pontapé no agressor. Na Internet, os habitantes da região contaram que não é a primeira vez que este raptor é visto a atacar crianças.

Até ao momento não há informações sobre a identidade do homem.

Notícias / 16 Outubro 2017

Um Boeing 747 da Cathay Pacific e um Boeing 757 da United Airlines, chegaram ao mesmo tempo ao aeroporto de San Francisco, nos Estados Unidos, para pousar. Mas nada que a torre de controlo não conseguisse coordenar... um deles deu mais uma volta pela zona até ter ordem para aterrar!

Notícias / 10 Outubro 2017

O professor de psicologia, Ben Ryan, nunca pensou que um dia viria a tornar-se engenheiro, mas tudo mudou após o nascimento do seu filho, que teve o seu braço amputado nos primeiros dias de vida.

O filho, Sol Ryan, nasceu com o braço esquerdo torcido e um coágulo fez com que o membro começasse a morrer, o que obrigou os médicos a amputar o membro 10 dias depois do seu nascimento.

Acontece que a tristeza para Ben virou "combustível" para uma invenção que pode fazer a diferença na vida de muitas crianças que tiveram membros amputados. Ben começou a ler estudos sobre a adaptação de próteses em crianças e percebeu que quanto mais cedo o seu filho tivesse uma, mais fácil seria usá-la de forma totalmente funcional.

Quando saiu do hospital, o bebé já não mexia o coto que os médicos deixaram. "Isso não era suficiente para o meu filho. Fui à cozinha, peguei numa esponja e coloquei-a no braço", contou Ben Ryan ao site sobre engenharia, Born to Engineer.

"Ao fim de dez segundos, ele levantou o braço e começou a bater nos brinquedos e a partir daí começou a usar os dois braços."

Desde então, Ben tem estudado engenharia e tem construído as próteses do filho. "Comecei com material que encontrava em casa: tubos de plástico, cola e chave de fendas. Depois percebi que a forma mais barata de fazer isto seria com uma impressora 3D", explica Ben. Para isso, usou o scanner da sua Xbox para conseguir uma imagem do coto do braço do filho e foi pedir ajuda ao Departamento de Engenharia da Universidade Bangor, no Reino Unido. Sol Ryan, agora com dois anos, está completamente adaptado.

"Ele disse-me: ‘Encaixa na perfeição’. Foi então que percebi que estava bem. Ele quis ir logo para a escola e mostrá-la aos amigos."

Mas isso não bastou e Ben Ryan decidiu ajudar outras crianças de outras partes do mundo, que só recebem próteses quando chegam à adolescência. "Estamos a testar o processo com 25 famílias de todo o mundo."

Vista Post a Post: Anuncio Paginação

Páginas