Estudo revela que mau feitio aumenta a esperança média de vida
12/01/2013

Já alguma vez se perguntou qual o motivo de os ingleses viverem menos tempo do que os espanhóis e os italianos?

Não! Não é por causa da dieta mediterrânica… É mesmo por causa do mau feitio!

Pelo menos foi essa a conclusão a que chegaram os investigadores Marcus Mund e Kristin Mitte da Universidade de Jena, na Alemanha. Segundo o estudo divulgado por estes dois investigadores, expressar as emoções negativas pode aumentar dois anos na esperança média de vida. Logo, se os ingleses vivem menos, em grande parte é porque são mais controlados.

Para chegarem a esta conclusão, os investigadores contaram com seis mil pessoas, umas expressivas e outras reservadas, tendo todos estes voluntários sido sujeitos a diversas situações diferentes. A conclusão dos investigadores foi que quando alguém guarda a ansiedade sem deixar extravasar os sentimentos, o seu corpo acaba por reagir como se estivesse exposto a uma situação perigosa, aumentando a transpiração e a pulsação.

Depois é só pegar no que já se sabe sobre pulsação acelerada: aumentam os problemas de tensões e consequentemente a probabilidade de se contrair diversas doenças tais como problemas de rins, problemas coronários e até mesmo cancro. Por outras palavras, a esperança média de vida reduz drasticamente.

Agora, quando você vir alguém com mau feitio, lembre-se que é muito provável que essa pessoa viva mais tempo que você!

Mau Feitio

É provável que gostes