Social

Vídeos

/

23 Fevereiro 2013

Gata percorreu 320 quilómetros para regressar a casa nos Estados Unidos

Holly é uma gata que se perdeu. Jacob e Bonnie, os seus donos, procuraram-na durante três dias mas depressa perderam a esperança, pois os panfletos que espalharam pela cidade não estavam a surtir o efeito desejado. Aliás, Jacob, chegou mesmo a pensar que Holly teria encontrado um novo lar.

Mas, cerca de dois meses depois, Barbara Mazzola (que habita a cerca de um quilómetro e meio da casa de Holly) encontrou o animal faminto e muito fatigado, pois nem forças tinha para se segurar de pé. Nesta viagem, a gata oriunda da Flórida perdeu mais de metade do seu peso e enfrentou perigos que nunca ninguém irá saber.

O impressionante, é que toda esta aventura começou com o medo da gata ao barulho do fogo de artifício, o que a fez sair a correr do carro como uma flecha. Holly ficou perdida a 320 quilómetros de casa, fazendo uma média de cinco quilómetros por dia para reencontrar o caminho.

A veterinária que analisou a gata disse que as suas patas estavam “desgastadas e cheias de sangue”, acreditando na possibilidade de Hollly ter caminhado todos esses quilómetros sem qualquer tipo de auxílio, pois o seu estado físico é a prova de que ela "percorreu toda esta distância sozinha".

A história teve este desfecho, graças ao microchip com todas as informações da gata que os seus donos lhe haviam posto sobre o pelo. A imprensa americana tem explorado este tema propiciando diversos debates, onde especialistas têm sido confrontados com a possibilidade de orientação dos gatos através do campo magnético da terra ou até mesmo pelo cheiro do aceano.

No entanto, certezas do que realmente aconteceu nunca haverá, pois o silêncio felino não o permite!

VAIS GOSTAR: