Social

Notícias

/

25 Janeiro 2013

«George Clooney» do Vaticano é capa da revista Vanity Fair

Georg Gänswein, um alemão que tinha os cabelos compridos, ouvia Pink Floyd e que trabalhou como carteiro e instrutor de esqui, foi ordenado padre em 1984 em Friburgo. Hoje, aos 56 anos, decide quem pode e quem não pode falar com o Papa.

Georg é o homem de confiança do papa Bento XVI e seu secretário. Foi recentemente ordenado bispo e nomeado prefeito da Casa Pontifícia, sendo a segunda pessoa mais influente do Vaticano (primeiro está o Papa, claro está).

Mas, este bispo, tem chamado a atenção dos media por outros motivos... a sua beleza.

Georg é capa da revista referência em moda e celebridades, a Vanity Fair, e que tem como título "Ser belo não é pecado". A edição italiana da publicação chegou às bancas e traz uma reportagem que aborda a vida do "George Clooney do Vaticano".

Além de ter um papel importante na Santa Sé, Georg recebe muitas cartas de amor e tendo em conta os comentários sobre sua aparência, revelou à revista: "Eu fingia não ouvir, mas com o tempo fui-me habituando".

Resta saber se com tanta mulher a andar à volta do Bispo e de sua santidade, "a carne não é fraca". smiley

VAIS GOSTAR: