Social

Imagens

/

8 Fevereiro 2018

Menino cujo pai tatuou cicatriz igual à dele não resistiu ao cancro

Em 2016 partilhamos aqui a história de um pai norte-americano chamado Josh Marshall que fez uma tatuagem parecida com a cicatriz do filho Gabriel, vítima de cancro, para transmitir confiança na luta contra a doença e nos tratamentos de quimioterapia. A cicatriz do menino era resultado de uma cirurgia a um tumor cerebral em 2015.

O menino, com 7 anos de idade na altura, estava a lutar contra um tumor cerebral, mas acabou por falecer no início deste mês. Recentemente o pai de Gabriel publicou várias fotos do menino no Facebook, junto com um texto de despedida, onde conta os últimos momentos da vida do filho, que "foram felizes". O menino afirmou que estava a viver "a sua viagem preferida a Wichita [onde o seu médico dava consultas]", poucas horas antes de falecer.

"Estou de coração partido, não só perdi o meu filho, mas também o meu melhor amigo", revelou o pai antes de explicar que Gabriel estava com dores severas há mais de uma semana e que no último domingo teve de levá-lo para o hospital de emergência, porque tinha paralisado a parte esquerda do corpo.

No dia em que faleceu, Gabriel levantou-se cansado, mas a caminho do médico encontrou um amigo que encorajou-o. Tanto que ao sair da clínica, pediu ao pai para levá-lo à Toys ‘R’ Us.

Já a caminho de casa, depois de ter comprado um brinquedo, Gabriel começou a sentir-se mais cansado. O pai contou que Gabriel adormeceu no carro e, quando foi acordá-lo, ele já não abriu os olhos.

VAIS GOSTAR: