Mulher desconhecida salvou criança que foi deixada num carro ao sol
23/07/2015

Uma menina foi deixada dentro de um carro fechado, ao sol, num parque de estacionamento. Sarah Oropeza não hesitou ao descobrir que a criança estava presa no carro, com as janelas fechadas e exposta a elevadas temperaturas, que dentro da viatura ultrapassava os 40 graus. Usou vários utensílios para tentar partir o vidro, que parecia resistir a tudo. Só com uma chave de rodas, usada para mudar os pneus, conseguiu partir o vidro. "Ao mesmo tempo que tentava partir o vidro caíam-me as lágrimas", confessou Sarah em entrevista à Fox.

A menina estava encharcada em suor, com o "cabelo todo molhado" e acabou por ser assistida no local. Já a polícia depois de verificar o carro apercebeu-se de que nem uma mala com fraldas existia. Foi então que um agente foi comprar fraldas para a menina.

Segundo as autoridades, dois adultos dizem ter deixado a criança no carro apenas quatro minutos. O homem e a mulher, que se crê serem o tio e a tia da vítima, foram à loja procurar a menina e "não mostraram qualquer emoção" pelo sucedido. "A única pergunta que fizeram à polícia foi se o seguro pagaria o vidro partido".