Social

Notícias

/

10 Abril 2017

Passageiro é agredido e retirado à força de avião por um erro da companhia

A companhia aérea norte-americana, United Airlines, está a ser alvo de duras críticas depois da agressão a um homem que se recusou a sair do avião, após a companhia detetar ter vendido quatro bilhetes a mais para um voo que fazia a ligação entre Chicago e Louisville.

De acordo com alguns utilizadores das redes sociais, o homem expulso é um médico asiático que viajava para Louisville para consultar alguns pacientes.

No vídeo, pode ver-se o médico a ser brutalmente retirado do seu lugar pela polícia e, de seguida, arrastado pelos braços ao longo do corredor do avião, por um segurança, depois de não aceitar o resultado do sorteio realizado, no local, pela própria companhia e que ditou a sua saída e de mais três passageiros do avião.

Deixa a tua opinião sobre este caso nos comentários!

VAIS GOSTAR: