Social

Vídeos

/

24 Março 2017

Soldado remove cinto de explosivos usado por criança de seis anos

Um vídeo divulgado pelo jornal britânico The Sun mostra um soldado iraquiano a remover um cinto de explosivos de uma criança de 6 anos que recebeu ordens do Estado Islâmico para permanecer ao lado de soldados iraquianos. O cinto estava armado com explosivos ligados a um telemóvel por cabos que o soldado cortou. O exército iraquiano culpa o ISIS, pois já não seria a primeira vez que os extremistas usariam uma criança para ataques suicidas.

O vídeo em questão é apresentado como sendo do passado dia 18 de março. Terá sido filmado nos arredores da cidade de Mossul, de onde as tropas do exército iraquiano tentam expulsar as milícias do Daesh.

O soldado, perito em explosivos, apresenta-se como Hassan Blaise. Já antes, noutros vídeos e fotos divulgados na internet, aparecia em situações semelhantes, desarmadilhando crianças transformadas em bombistas-suicidas. Neste caso, o soldado Hassan está com um menino, vestido com uma camisola do clube londrino de futebol Chelsea, sob a qual esconde um cinto com explosivos ligados a um telemóvel, amarrados com ligaduras.

O vídeo com o soldado Hassan Blaise a desarmadilhar o menino-bomba surge na Internet em árabe e com um diálogo escrito em inglês, que aqui se traduz:

Soldado Hassan Blaise
- Bendito seja Alá e bençãos sobre o santo profeta e sua família.
- Irmãos, sou Hassan Blaise, perito em explosivos e hoje é dia 18 de março de 2017.
- Olhem para este menino e vejam até quão baixo vai a escumalha do ISIS, ao montarem esta armadilha com explosivos nesta criança.
- Ele tem cerca de seis ou sete anos.
- O ISIS colou-lhe um cinto com explosivos, enviou-o com os refugiados e disse-lhe para ficar perto dos soldados do Iraque.
- Como te chamas?
Menino
- Uday.
Soldado
- Quem te mandou?
Menino
- “Tio” (as crianças iraquianas chamam “tio” aos homens que não conhecem).
Soldado
- O “tio ISIS” disse-lhe para ficar perto dos soldados iraquianos para o fazerem explodir.
[O menino confirma]
- Mantém os teus braços levantados e não os baixes. Vejam como lhe ataram um cinto de explosivos à volta.
- Vejam até onde a escumalha do ISIS tem de ir.
- Mantém os braços levantados, filho, e vira-te.
- Vejam como é um cinto de explosivos.
[falando para o operador de câmara]
- Ele veio contigo?
[Resposta]
- Não, veio sozinho.
Soldado
- Deus te abençoe. Agradeço às forças de segurança e às forças de mobilização popular, que têm lutado com honra.
- Agradeço também aos refugiados, que nos informaram sobre este menino, porque estava sozinho e ninguém o conhecia.
- Os refugiados suspeitaram porque este rapaz estava sozinho, segurando a barriga.
Menino
- Não, “tio”, não!
Soldado
- Não te preocupes filho, não te vou magoar. Vou-te tirar esta coisa porque te pode magoar. Não te preocupes meu filho.
- Não te preocupes meu filho, não tenhas medo.
- Vejam este cinto explosivo.
- Vejam como o ISIS colocou isto numa criança que tem menos de sete anos.
- Uma vez mais agradeço às famílias de refugiados que nos informaram sobre este menino, que está desamparado e inocente.
- Pouco há a fazer enquanto Mosul não seja libertada, assim Deus queira. Eu sou Hassan Blaise, perito em explosivos.

VAIS GOSTAR: